CULTURA

Tien Shen – Bambu

 

Pinturas de bambus eram particularmente estimadas pela escola intelectual chamada "da pintura de poeta". Isto é fácil compreender se se lembra que a pintura chinesa derivou da escrita e da caligrafia, representações gráficas de idéias e coisas. Diz-se muitas vezes que o bambu, flexível e robusto, simboliza o homem curvando-se e endireitando-se sob os golpes da adversidade. Mas, talvez, seria bom lembrar, também, o quanto essas formas vegetais, e suas hastes delgadas e elegantes, de folhas pequenas, e constantemente se agitando, se prestam às pinceladas rápidas da caligrafia. Daí, talvez, o favor do motivo, sempre presente junto aos pintores, poetas e calígrafos.